Quem sou eu

Minha foto

Formado em Computação, desenvolvedor web, interessado em tecnologia, metaleiro e um gamer inveterado.

Pesquisar

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Como exibir o conteúdo html de um atributo que usa CKEDITOR dentro do readonly fields no admin

Muito específico esta necessidade? Também achava. Até precisar dela.

Imagine que tenha um form no front onde o usuário irá postar conteúdos html. No admin, conteúdos de usuários serão moderados, contudo não poderão ser editados. Nesse ponto o readonly fields ajuda muito. Mas como exibir o conteúdo html (safe) ao invés das tags?

Simples.

No seu admin.py faça da seguinte forma:


from django.contrib import admin
from .models import *


class ConteudoAdmin(admin.ModelAdmin):
 search_fields = ('nome', 'email','titulo','texto')
 list_display = ('nome', 'email','titulo','arquivo', 'data', 'hora')
 list_filter = ['data',]
 date_hierarchy = 'data'
 readonly_fields = ['nome', 'email','titulo', 'texto_html','arquivo']
 exclude = ['texto',]
 save_on_top = True

 def texto_html(self, obj):
  return u'{0}'.format(obj.texto)
 texto_html.allow_tags = True
 texto_html.short_description = 'Texto'


admin.site.register(Conteudo, ConteudoAdmin)


Note que criei um método para retornar o atributo texto do meu objeto, e permiti ao método que retornasse tags html com o allow_tags = True. Para não ficar repetido, exclui o atributo original do admin com o exclude.

hasta!

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Django 1.7 - Getting Started!

Saiu a versão tão esperada do Django, a 1.7.

Algumas novidades importantes antes de começarmos:

  • Suporte ao python 3.3.
  • Retirou o suporte ao python 2.6.
  • Sistema de migração de banco nativo ( integração com South ).

Vou tentar registrar aqui o que tive que fazer para iniciar um projeto e conforme for surgindo as novidades vou atualizando o post.


Como instalar uma nova versão do Python:



Bom pra começar, eu tinha o python 2.6 e por isso precisei atualizar. 

O ambiente que utilizo é windows 7 e uso uma máquina virtual com o Vagrant para rodar os projetos. Para futuras referencias abaixo, tudo será feito dentro do terminal do vagrant. Para mais informações: 

Para este início, vou instalar a versão 2.7.8 do python. Para isso faça o download em algum lugar do source e instale com os comandos abaixo:
wget https://www.python.org/ftp/python/2.7.8/Python-2.7.8.tgz
tar -xvf Python-2.7.8.tgz
cd Python-2.7.8/
./configure
make
sudo make install

Caso não tenha o make instalado, era o meu caso, utilize o comando abaixo e posteriormente a instalação conclua os passos acima.
sudo apt-get install make


Como criar o virtualenv com o python recém instalado:



Para criar o ENVo comando é o mesmo visto nos links acima:
virtualenv --no-site-packages --unzip-setuptools django17 --python=/usr/local/bin/python2.7

Aqui tive outro problema: A versão do virtualenv que tinha, não era compativel com o python 2.7. Portanto tive que atualizar  o virtualenv também:
sudo pip install virtualenv --upgrade

Depois de instalado, o comando ficou:
virtualenv-2.6 --no-site-packages --unzip-setuptools django17 --python=/usr/local/bin/python2.7

No comando acima vale prestar atenção na versão do virtualenv chamado e no parâmetro python passado ao sistema indicar o caminho do python desejado.

Com o ENV chamado django17 criado, vamos agora instalar as dependências que nosso projeto precisa, primeiramente ligue o env:
. django17/bin/activate

E instale o que desejar usando o pip, como por exemplo:
pip install django
pip install MySQL-python
pip install sorl-thumbnail==11.12.1b

A versão da sorl.thumbnail foi especificada pois a final ainda não tem compatibilidade com o Django 1.7, por isso instalei a beta.




Ajustando o settings para rodar o projeto



Achei que o settings.py nativo veio bem mais enxuto, e por hora mudarei apenas duas configurações:
LANGUAGE_CODE = 'pt-br'
TIME_ZONE = 'America/Sao_Paulo'

E no fim do arquivo adicionarei a importação das configurações que farei a sobreposição para rodar o projeto local:
try:
 from local_settings import *
except:
 pass


Criei um arquivo chamado local_settings.py no mesmo diretório do settings.py com as seguintes configurações:
# coding: utf-8
SITE_URL = 'http://localhost:8000'
DATABASES = {
 'default': {
  'ENGINE': 'django.db.backends.mysql', 
  'NAME': 'django17',        
  'USER': 'root',    
  'PASSWORD': '',    
  'HOST': '',    
  'PORT': '',    
 }
}

DEBUG = True
LOCAL = True
USE_TZ = False

if not DEBUG:
 ALLOWED_HOSTS = ['localhost',]

Ajuste neste arquivo as configurações necessárias, como DEBUG, acesso ao banco, etc.

Não se esqueça de criar uma database com o nome especificado a seu gosto no SGBD de sua preferência.


Criação das tabelas:



Para criação das tabelas padrões do django, utilize o comando abaixo. Ele será usado sempre que for instalar uma aplicação, tendo esta migrações ou não.
./manage.py migrate




Criar o super usuário do Admin:



Agora nesta versão,  o migrate (antigo syncdb) não cria mais um super usuário para o administrativo. Você deve fazer isso manualmente com o comando:
./manage.py createsuperuser

E preencha conm seu usuário, email e senha, da mesma forma que era feito antes.


Como realizar migrações dos models com makemigrations / migrate



Pra quem já utilizava o South , não terá muita dificuldade em mudar para o sistema de migração nativo que a versão 1.7 ofecere.

Para uma nova aplicação ou qualquer mudança feita no models de uma aplicação o procedimento é o mesmo:
./manage.py makemigrations debug


E depois rode novamente o migrate, passando ou não sua app:
./manage.py migrate debug




Para rodar o projeto:



Para rodar o projeto execute o comando abaixo. Ele rodará servidor e porta padrão do ambiente desenvolvimento: localhost:8000. Para mudar o servidor e/ou porta basta especificar o desejado a frente do parâmetro.
./manage.py runserver




Novidades do admin:



  • Agora é possivel alterar algumas configurações do admin sem ter que sobrepor templates. Em qualquer arquivo admin.py dentro da sua aplicação utilize o código abaixo:
# coding: utf-8

from django.contrib import admin

admin.site.site_header = u"Administração do Site"
admin.site.index_title = u"Administração do Site"
admin.site.site_title = u"Site de Administração do Django"



  • Agora os botões com cantos arredondados utilizam a propriedade border-radius do CSS ao invés de GIFs.
  • No changelist, agora as células tem uma classe CSS chamada field-<field_name> para facilitar customizações.
  • Além da sintaxe admin.site.register existente , você pode usar o decorador novo register() para registrar um ModelAdmin.
  • Agora é possível  especificar ModelAdmin.list_display_links = None desativar links na grade página de listagem.

Chamar métodos customizados do Queryset pelo Manager


class FoodQuerySet(models.QuerySet):
    def pizzas(self):
        return self.filter(kind='pizza')

    def vegetarian(self):
        return self.filter(vegetarian=True)

class Food(models.Model):
    kind = models.CharField(max_length=50)
    vegetarian = models.BooleanField(default=False)
    objects = FoodQuerySet.as_manager()

Food.objects.pizzas().vegetarian()


Veja estas e outras dicas interessantes sobre tudo que mudou para esta versão no link oficial:
https://docs.djangoproject.com/en/1.7/releases/1.7/

hasta!